A questão social

Em nossa sociedade, uma parcela significativa de pessoas e grupos sociais não tem satisfeitas as necessidades humanas básicas e, nesse sentido, os seus direitos garantidos em lei e no processo civilizatório são negados. 
As causas estruturais dessa injustiça social estão na contradição entre a produção abundante de riquezas materiais e culturais e a sua acumulação em territórios e classes sociais específicos.
Em outras palavras: as causas e as condições sociais estruturais/fundamentais que geram a vulnerabilidade e o risco estão ligadas à questão social.
Por um lado, o conceito de questão social é de fácil compreensão; por outro, é muito difícil enfrentar e minimizar suas consequências de forma real na sociedade. 

Algumas expressões da questão social, são:
  • a pobreza;
  • a fome;
  • a habitação em condições precárias e subumanas;
  • a degradação ambiental; 
  • a saúde fragilizada;
  • a mortalidade infantil;
  • o trabalho precarizado;
  • o desemprego;
  • a má qualidade da educação ou a falta de acesso a esta;
  • a subtração da autonomia de indivíduos e grupos sociais.

Escrito por Marcelo Neves.
Gestor Educacional e Gestor Público - Vice-presidente da Abrapee.